História da vida de um carrinho sem sorte que todos os dias teme o destino traçado em direcção a um monte de sucata.

Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Eu, o Forfie...

E-mail

Últimas desgraças...

Código da Estrada - Gener...

Perguntas frequentes

Licença Creative Commons

Certa noite tive um sonho

Mecânica - Generalidades

Limites gerais de velocid...

Funcionamento de um motor...

Contra-ordenações muito g...

Funcionamento de um motor...

Êmbolos ou pistões

Contra-ordenações graves

Pensamentos...

No princípio era um carri...

No stand

As que mais gostei...

No princípio era um carri...

Desgraças ordenadas...

Código da Estrada

Mecânica

ensaio

faqs

Licença

todas as tags

Desgraças esquecidas...

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Por onde páro...


... aos meus amigos
 
js

Horóscopo

É claro que este horóscopo não é meu. É do meu dono. Li isto na MagikTuning 25 e acho que condiz MESMO com ele, um misto de Aquário e Peixes:
 
Aquário
Vanguardista como poucos olha para o carro e vê... uma jarra com flores. Acha que é tuner, mas na verdade nem sabe o que é um automóvel! Por isso deve deixar de inventar cenas! Isso de substituir os bancos por colchões de água é realmente muito à frente...
 
Peixes
Junta duas características perigosas num tuner: é indeciso e deslumbra-se com facilidade. Ora isto significa que não sabe o que quer para o seu carro, só sabe que quer alterá-lo! E por outro lado não pode ver nada de diferente que quer logo colocá-lo no seu carro. Estamos a ver qual é o resultado...

Estatísticas

StatCounter
 
Visitantes
desde 9 de Maio de 2006

 
Nível de Page Rank do Google 
selo_dardevolta

Pesquisa

Google.pt

Neste blogue na Internet

Informações


Se estiver a tirar a carta de condução de pesados, seja de mercadorias (categoria C) ou de passageiros (categoria D), ou simplesmente se interessa por coisas de Mecânica ou do Código de Estrada encontra aqui um excelente artigo onde se encontram muitas informações que se poderão revelar de extrema importância na hora de realizar o Exame de Mecânica.
Se pretender conhecer as contra-ordenações graves devido a infracções às disposiçôes do Código da Estrada e legislação complementar encontra aqui um excelente artigo.
 

O Forfie aconselha uma visita ao

um site dedicado à solidariedade, Língua Portuguesa e Universo Lusófono


inFormação

Aprender a Conduzir
AutoHoje Online
Turbo Online
*
Mecânica
Mecânica Online
Autopédia
blogs SAPO

subscrever feeds

Menu rápido

Forfie, o menu do blog
Projecto Forfie:
O Projecto Forfie é uma dualidade entre um ensaio literário e uma obra técnica. Pode-se dizer que este blogue se iniciou como um ensaio de uma nova forma de escrita, no qual o autor pretendeu fazer uma incursão por novas áreas do seu trabalho, dando-lhe uma orientação marginal e acercando-se de um novo estilo, no entanto, a dada altura, usou-o também como bloco de apontamentos acrescentando-lhe meia dúzia de artigos técnicos, cujo interesse foi sobejamente demonstrado pelos novos leitores que entretanto afluíram, provenientes não só de buscas realizadas com o Google e o Sapo, mas também através de hiperligações que aos poucos foram pululando pela Internet como cogumelos, tornando desde então a cisão entre os dois temas impensável, mas requerendo uma dissociação do teor dos mesmos de forma a não misturar algo tão distinto, o que se consegue recorrendo ao menu de acesso rápido, que permite ao leitor/utilizador navegar dentro dos artigos que lhe proporcionam melhor resposta às suas necessidades, podendo ao mesmo tempo, se a sua curiosidade o instigar, deambular por algo em que até essa altura não tinha manifestado interesse.
Licença:
Creative Commons LicenseEsta obra está licenciada na sua totalidade sob uma Licença Creative Commons. Pode-se usar e consultar livremente, copiar, distribuir e exibir ou criar obras derivadas, desde que seja mencionado o endereço deste site em lugar relevante, e se for alterada, transformada, ou criada outra obra com base nesta, somente se poderá distribuir o produto resultante sob uma licença idêntica. Em caso algum se poderá utilizar esta obra ou suas derivadas com finalidades comerciais, mesmo indicando a origem.
Características do ensaio literário:
- Uma obra de ficção
- Um projecto para uma futura série infantil
Características da obra técnica:
- Profundamente desenvolvida
- De fácil interpretação e aprendizagem
- De utilização gratuita
- Desenvolvimento constante e actual
- Algumas informações baseadas em conteúdos disponibilizados na Internet, e aqui agrupados
- Pesquisável
- Funcional e útil
- Trabalho voluntário utilizado na concepção e desenvolvimento
Compatibilidade:
Testado e funcional com: IE 5.0/5.5/6.0, Mozilla 1.4/1.7, Opera 7.11/7.23/7.51, Netscape 7.11, Firefox 0.7/0.8/0.9/1.0/1.5, Safari 1.2
Se o seu navegador não se encontra aqui listado, envie-me um Obrigado.

Prefácio

Forfie - o Prefácio
    À primeira vista, o leitor mais desatento dirá que esta é uma história para crianças, ou então, pensará que talvez seja um ensaio sobre algum novo tipo de estilo para passar ao papel meia dúzia de palavras, sentimentos e ideias, mas a admiração surge quando se apercebe que o protagonista é nem mais nem menos que... um carro?!!!...
    O certo é que o autor exagerou ao vestir a pele do carro, quis pensar como ele pensaria e ver o mundo da mesma forma que ele veria se tivesse o dom da vida, mas empolgou-se de tal forma que criou um diário, contou uma história... e continua a completá-la, dia após dia, talvez destinada mesmo a crianças, ou à criança que há em todos nós...
 

    Vkthor
    ...--.--....---.-.
    Powered by Vkthor
    1 de Maio de 2006

 

A história do Forfie começa aqui...

No princípio era um carrinho na linha de montagem... No stand
Novos artigos estão já alinhavados na gaveta, dispersos por meia centena de folhas e diversos blocos de apontamentos, aguardando pacientemente a sua divulgação, que será feita tão rapidamente quanto possível. Para os mais apressados e anciosos, apelo só para que tenham um pouco mais de paciência.


O Forfie ajuda...

... disponibilizando também informações sobre Código da Estrada e sobre Mecânica Automóvel! Veja no menu lateral em Últimas desgraças ou utilize o Menu rápido abaixo.


Sugestões, comentários, exercícios, artigos ou qualquer outro tipo de colaboração, são bem vindos. Obrigado.
 
Forfie

Sábado, 5 de Agosto de 2006

Código da Estrada - Generalidades

O desenvolvimento deste artigo destina-se essencialmente a todos aqueles que pretendem tirar carta de condução de pesados, seja de mercadorias (categoria C) ou de passageiros (categoria D).
Nele encontrarão muitas informações que se poderão revelar de extrema importância na hora de realizar o Exame de Mecânica.
Para todos vós, os meus votos de boa sorte para o vosso exame e muitas felicidades na concretização da vossa nova vida profissional. Para todos os outros, meros curiosos destas coisas de mecânica, ou afamados condutores, apresento as minhas boas vindas a este blogue e espero que retornem e participem.
Um último apelo da minha parte. Se me virem na estrada, tenham cuidado comigo. Não me transformem num monte de sucata, está bem?
 
Forfie.
13-06-2006

 

Saiba que...


Generalidades

  • O chassis dos automóveis é identificado pelo respectivo VIN (Vehicle Identification Number) gravado na sua estrutura e que é constituído por 17 dígitos.
  • O quadro de um veículo pode ser monobloco ou formado por longarinas e travessas que formam a estrutura de resistência do veículo e são aparafusadas ou rebitadas, nunca podendo ser soldadas, para poderem oferecer alguma maleabilidade em movimentos de torção a que esteja sujeito.
  • A manobra de mudança de direcção para a direita deve ser efectuada no trajecto mais curto.
  • Nunca se deve deitar um ferido com traumatismo torácico e dificuldades respiratórias, mas sim sentá-lo parcialmente inclinado.
  • Os condutores de veículos pesados de mercadorias ou conjuntos de veículos cujo comprimento seja superior a 7m, só podem utilizar as duas vias de trânsito mais à direita ao circular em auto-estradas ou troços de auto-estrada com três ou mais vias de trânsito afectas ao mesmo sentido.
  • Um veículo de 4 rodas com tara inferior a 350Kg não pode exceder a velocidade de 45Km/h para ser considerado um ciclomotor.
  • A condução sobre pavimentos cobertos de neve fica mais segura quando se aumenta a pressão dos pneus, uma vez que facilita o escoamento da água entretanto gerada pela rotação do pneu.
  • Num percurso urbano o uso de sinais sonoros só é permitido de dia e no caso de perigo eminente.
  • Em condições normais, o gasóleo é o combustível que liberta menor quantidade de monóxido de carbono para a atmosfera.
  • Se numa via estreita sem sinalização um automóvel de mercadorias não puder cruzar-se com um ligeiro de passageiros, deve recuar o que estiver mais perto do local do possível cruzamento.
  • As cargas e descargas são feitas pela retaguarda ou pelo lado em que o veículo está parado.
  • Para efeitos de fiscalização, o condutor de um veículo pesado deve manter em sua posse os discos do tacógrafo referentes à semana em curso e à anterior.
  • O sinal de STOP não é um sinal de obrigação, mas sim um sinal de cedência de passagem.
  • O condutor de um automóvel pesado de mercadorias cuja carga atinja o peso máximo permitido deve aumentar suficientemente a distância de segurança em relação ao veículo que o precede.
Home topo

Iluminação

  • As luzes de marcha-atrás devem ser de cor branca e destinam-se a iluminar a estrada para a retaguarda do veículo e avisar os outros utentes que o veículo vai fazer marcha-atrás.
  • As luzes de marcha-atrás devem ser fixas e insusceptíveis de provocar encandeamento.
  • O alcance máximo permitido para os faróis de marcha-atrás é de 10m.
  • Nos automóveis e reboques é facultativo o uso de um ou dois faróis de marcha-atrás.
Home topo

Sinalização

Sinais de perigo

  • Os sinais de perigo indicam a existência ou a possibilidade de aparecimento de condições particularmente perigosas para o trânsito que imponham especial atenção e prudência ao condutor.
  • Os sinais de perigo não devem ser colocados a mais de 300m nem a menos de 150m do ponto da via a que se referem, a não ser que as condições do local o não permitam, devendo neste caso ser utilizado um painel adicional indicador da distância.
  • Os sinais indicativos do local de passagem de nível sem guarda devem ser colocados na proximidade imediata da passagem de nível.

Sinais de regulamentação

  • Os sinais de regulamentação destinam-se a transmitir aos utentes obrigações, restrições ou proibições especiais.
  • Os sinais de regulamentação dividem-se em:
    • Sinais de cedência de passagem.
    • Sinais de proibição.
    • Sinais de obrigação.
    • Sinais de prescrição específica.
Sinais de cedência de passagem
  • Os sinais «Cedência de passagem» (que não pode ser colocado a uma distância da intersecção superior a 50m fora das localidades e a 25m dentro das localidades), «Paragem obrigatória no cruzamento ou entroncamento», «Cedência de passagem nos estreitamentos da faixa de rodagem» e «Prioridade nos estreitamentos da faixa de rodagem» devem ser colocados na proximidade imediata da intersecção e na posição correspondente ao local onde os condutores devem parar e aguardar a passagem dos veículos na via com prioridade, se tal for possível.
  • Os sinais «Via com prioridade» e «Fim de via com prioridade» devem ser colocados respectivamente no início e no fim da via a que respeitam.
  • Os restantes sinais de cedência de passagem não devem ser colocados a mais de 300m nem a menos de 150m do ponto da via a que se referem, a não ser que as condições do local o não permitam, devendo neste caso ser utilizado um painel adicional indicador da distância.
Sinais de proibição
  • Os sinais de proibição devem ser colocados na proximidade imediata do local onde a proibição começa, com excepção dos sinais «Proibição de virar à direita», «Proibição de virar à esquerda» e «Proibição de inversão do sentido de marcha», que podem ser colocados a uma distância conveniente do local onde a proibição é imposta.
Sinais de obrigação
  • Os sinais de obrigação devem ser colocados na proximidade imediata do local onde a obrigação começa, com excepção dos sinais indicativos de «Sentido obrigatório», «Sentidos obrigatórios possíveis» e «Rotunda» que podem ser colocados a uma distância conveniente do local onde a obrigação é imposta.
Home topo

Veículos - Classificação

  • Os veículos automóveis classificam-se em ligeiros e pesados.
  • Para ser considerado um veículo automóvel devem ser cumpridos os seguintes critérios:
    • O veículo tem de ter pelo menos 4 rodas.
    • A tara do veículo tem de ser superior a 550Kg.
    • O veículo tem de atingir a velocidade mínima de 25Km/h em patamar.
    • O veículo deverá ser movimentado através de um motor de propulsão.
    • A deslocação do veículo não poderá estar sujeita a carris.
  • São considerados veículos únicos os automóveis pesados compostos por dois segmentos rígidos permanentemente ligados por uma secção articulada que permite a comunicação entre ambos e o comboio turístico constituído por um tractor e de 1 a 3 reboques destinados ao transporte de passageiros em pequenos percursos e com fins turísticos ou de diversão.
  • É considerado um conjunto de veículos o grupo constituído por um veículo tractor e o seu reboque ou semi-reboque.
Home topo

Veículos - Dimensões

  • A altura máxima de um veículo automóvel é de 4m. Exceptuam-se, desde que providos de uma licença especial, os autocarros de dois pisos, que poderão atingir os 4,40m.
  • A largura máxima de um veículo automóvel é de 2,55m. Exceptuam-se os veículos de transporte condicionado, que poderão atingir os 2.6m. Considera-se um veículo de transporte condicionado aquele cuja estrutura, seja ela fixa ou móvel, esteja especialmente equipada para o transporte de mercadorias a uma temperatura controlada e cujas paredes laterais tenham pelo menos 45mm de espessura, incluindo o isolamento.
  • O comprimento máximo de um veículo automóvel de 2 ou mais eixos é de 12m. Exceptuam-se os autocarros de passageiros de 2 eixos que podem atingir 13,5m e também os autocarros de passageiros com 3 ou mais eixos, que poderão atingir os 15m. De igual modo, qualquer reboque ou semi-reboque de um ou mais eixos, também só poderá atingir o comprimento máximo de 12m.
  • O conjunto veículo tractor e semi-reboque de três ou mais eixos só poderá atingir o comprimento máximo de 16,5m.
  • 18,75m é o comprimento máximo que pode atingir o conjunto veículo e reboque, comboio turístico de passageiros e autocarro articulado de passageiros.
Home topo

Veículos - Disposições especiais

Luzes rotativas ou intermitentes

  • Os veículos da polícia, ambulâncias e veículos de bombeiros podem dispor de uma ou duas luzes rotativas ou intermitentes de cor azul, colocadas na parte superior do veículo e destinadas a assinalar a sua marcha quando transitem em missão urgente.
  • Os veículos que transitem em marcha lenta, ou se tenham de imobilizar na via pública em função do seu serviço, devem possuir uma ou duas luzes rotativas ou intermitentes de cor amarela colocadas na parte superior do veículo e destinadas a assinalar a sua presença.
  • Os tractores agrícolas e as máquinas agrícolas e industriais automotrizes devem possuir uma luz rotativa ou intermitente de cor amarela colocada na parte superior do veículo.
  • Estas luzes devem ser visíveis pelo menos à distância de 100m.

Luzes delimitadoras da largura dos veículos

  • À excepção dos tractores e reboques agrícolas, todos os veículos com largura superior a 2,10m devem possuir duas luzes de cor branca, visíveis de frente e duas de cor vermelha visíveis da retaguarda, destinadas a assinalar a sua largura total.

Delimitadores de presença lateral

  • Todos os veículos cujo comprimento seja superior a 6m, devem estar equipados com luzes ou reflectores não triangulares de cor âmbar, destinados a indicar a sua presença quando vistos de lado.

Reflectores

  • Todos os reboques e semi-reboques devem possuir à frente, dois reflectores não triangulares de cor branca ou incolores.
  • Todos os reboques, semi-reboques, máquinas agrícolas e industriais automotrizes, devem possuir à retaguarda dois reflectores triangulares de cor vermelha.

Placas reflectoras

  • Todos os veículos automóveis ou conjunto de veículos cujo peso bruto exceda os 3500Kg devem ser sinalizados com placas de cor amarelo reflector e vermelho fluorescente na posição horizontal colocadas na sua retaguarda, sendo permitida a sua utilização vertical apenas nos casos em que a instalação horizontal seja impossível, devido às características do veículo.
  • Todos os veículos automóveis ou conjunto de veículos cujo comprimento exceda os 12m devem ser sinalizados com placas de cor amarelo reflector e borda vermelho fluorescente na posição horizontal colocadas na sua retaguarda, com a inscrição a preto indicando «Veículo longo».
Home topo

Veículos - Inspecções

  • A inspecção periódica obrigatória dos automóveis ligeiros de mercadorias deve efectuar-se 2 anos após a data de matrícula inicial e anualmente nos anos seguintes.
  • A inspecção periódica obrigatória deve efectuar-se 1 ano após a data de matrícula inicial e anualmente até perfazerem os 7 anos, passando depois a ser efectuada de 6 em 6 meses no oitavo ano e posteriores para os seguintes veículos:
    • Automóveis pesados (de passageiros e de mercadorias).
    • Automóveis utilizados no transporte escolar.
    • Automóveis ligeiros licenciados para a instrução.
    • Automóveis ligeiros licenciados para o transporte público de passageiros (táxis).
    • Ambulâncias.
    • Reboques e semi-reboques com peso bruto superior a 3500Kg, com excepção dos reboques agrícolas.
  • Uma deficiência em qualquer dos sistemas de DIRECÇÃO - SUSPENSÃO - TRAVAGEM implica a reprovação do veículo numa inspecção periódica obrigatória.
  • Há três tipos de deficiências que podem ser detectadas nos veículos durante uma inspecção periódica obrigatória:
    • Tipo 1: São deficiências que não afectam gravemente as condições de funcionamento do veículo nem directamente as suas condições de segurança, não implicando por isso nova apresentação do veículo a inspecção para verificação da reparação efectuada.
      O veículo reprova na inspecção periódica obrigatória se forem verificadas mais que cinco deficiências do tipo 1.
    • Tipo 2: São deficiências que afectam gravemente as condições de funcionamento do veículo ou directamente as suas condições de segurança, ou que põem em dúvida a sua identificação, devendo o mesmo ser apresentado no centro de inspecção para verificação da reparação efectuada ou nos serviços competentes da DGV para o completo esclarecimento das dúvidas respeitantes à respectiva identificação.
    • Tipo 3: Deficiência muito grave que implica a paralisação do veículo ou permite somente a sua deslocação até ao local da reparação, devendo esta ser confirmada em posterior inspecção.
Home topo

Responsabilidade

  • É susceptível de revelar a inidoneidade para a condução de veículos a motor, a prática num período de cinco anos de:
    • Três contra-ordenações muito graves
    • Cinco contra-ordenações graves ou muito graves
Home topo

Cartas de condução

  • Para conduzir um comboio turístico, o condutor deve estar habilitado com carta de condução referente à Categoria D. O mesmo se passa em relação ao autocarro articulado de passageiros. Para a condução destes veículos é necessária a obtenção de uma licença especial para a condução de reboques cujo peso total seja superior a 750Kg, normalmente leccionada pelas próprias empresas de transportes, e denominada categoria C+E
  • Para conduzir um veículo pesado de mercadorias é necessário estar habilitado com a carta de condução referente à categoria C.
  • Para conduzir um veículo pesado de passageiros é necessário estar habilitado com a carta de condução referente à categoria D.
  • Para poder conduzir um semi-reboque atrelado a um veículo tractor, o condutor deverá estar habilitado com a carta de condução referente às categorias C+E. O mesmo se passa para conduzir um conjunto composto pelo veículo pesado de mercadorias e pelo reboque.
Home topo
 
 
Estas informações são disponibilizadas como domínio público, podendo-se fazer delas qualquer tipo de uso embora seja deveras apreciada uma indicação sobre a sua origem.
 
Evolução
Versão 1.0c/Build 03- 09JUL2006: Reformulação de conteúdos
Versão 1.0b/Build 02- 28JUN2006: Actualização de conteúdos
Versão 1.0a/Build 01- 13JUN2006: Disponibilização pública
sinto-me:
Aquele som...: Andrew Lloyd Webber - Cats - 16) Growitiger's Last Stand.mp3
Desgraças ordenadas...:
publicado por Forfie às 09:10
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Financiamento de Veiculos a 2 de Outubro de 2009 às 15:45
Obrigado por postar este documento!

Comentar post

as minhas fotos