História da vida de um carrinho sem sorte que todos os dias teme o destino traçado em direcção a um monte de sucata.

Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Eu, o Forfie...

E-mail

Últimas desgraças...

Código da Estrada - Gener...

Perguntas frequentes

Licença Creative Commons

Certa noite tive um sonho

Mecânica - Generalidades

Limites gerais de velocid...

Funcionamento de um motor...

Contra-ordenações muito g...

Funcionamento de um motor...

Êmbolos ou pistões

Contra-ordenações graves

Pensamentos...

No princípio era um carri...

No stand

As que mais gostei...

No princípio era um carri...

Desgraças ordenadas...

Código da Estrada

Mecânica

ensaio

faqs

Licença

todas as tags

Desgraças esquecidas...

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Por onde páro...


... aos meus amigos
 
js

Horóscopo

É claro que este horóscopo não é meu. É do meu dono. Li isto na MagikTuning 25 e acho que condiz MESMO com ele, um misto de Aquário e Peixes:
 
Aquário
Vanguardista como poucos olha para o carro e vê... uma jarra com flores. Acha que é tuner, mas na verdade nem sabe o que é um automóvel! Por isso deve deixar de inventar cenas! Isso de substituir os bancos por colchões de água é realmente muito à frente...
 
Peixes
Junta duas características perigosas num tuner: é indeciso e deslumbra-se com facilidade. Ora isto significa que não sabe o que quer para o seu carro, só sabe que quer alterá-lo! E por outro lado não pode ver nada de diferente que quer logo colocá-lo no seu carro. Estamos a ver qual é o resultado...

Informações


Se estiver a tirar a carta de condução de pesados, seja de mercadorias (categoria C) ou de passageiros (categoria D), ou simplesmente se interessa por coisas de Mecânica ou do Código de Estrada encontra aqui um excelente artigo onde se encontram muitas informações que se poderão revelar de extrema importância na hora de realizar o Exame de Mecânica.
Se pretender conhecer as contra-ordenações graves devido a infracções às disposiçôes do Código da Estrada e legislação complementar encontra aqui um excelente artigo.
 

O Forfie aconselha uma visita ao

um site dedicado à solidariedade, Língua Portuguesa e Universo Lusófono


inFormação

Aprender a Conduzir
AutoHoje Online
Turbo Online
*
Mecânica
Mecânica Online
Autopédia
blogs SAPO

subscrever feeds

Sábado, 17 de Junho de 2006

Funcionamento de um motor de explosão a 4 tempos

Funcionamento de um motor de explosão a 4 tempos -- Imagem Wikimedia Commons: GFDLicence    Considerando o uso de apenas duas válvulas que são comandadas pelos ressaltos de árvore de cames, uma designada por válvula de admissão (à direita na animação), que permite a introdução no cilindro de uma mistura gasosa composta por ar e combustível e outra designada como válvula de escape (à esquerda na animação), que permite a expulsão para a atmosfera dos gases queimados, o ciclo de funcionamento de um motor de combustão a 4 tempos é o seguinte:
  1. Com o êmbolo (também designado por pistão) no PMS (ponto morto superior) é aberta a válvula de admissão, enquanto se mantém fechada a válvula de escape. A dosagem da mistura gasosa é regulada pelo carburador, por um sistema de injecção directa (em tudo semelhante a um sistema de injecção Diesel) ou pela injecção electrónica, em que se substitui o comando mecânico destes sistemas por um electrónico e conseguindo-se assim melhores prestações, principalmente quando solicitadas respostas rápidas do motor. O êmbolo, impelido pelo veio de manivelas, move-se então até ao PMI (ponto morto inferior). A este passeio do êmbolo é chamado o primeiro tempo do ciclo, ou tempo de admissão.
  2. Fecha-se nesta altura a válvula de admissão, ficando o cilindro cheio com a mistura gasosa, que é agora comprimida pelo pistão, impulsionado no seu sentido ascendente em direção à cabeça do motor  pelo veio de manivelas até atingir de novo o PMS. Na animação observa-se que durante este movimento as duas válvulas se encontram fechadas. A este segundo passeio do êmbolo é chamado o segundo tempo do ciclo, ou tempo de compressão.
  3. Quando o êmbolo atingiu o PMS, a mistura gasosa que se encontra comprimida no espaço existente entre a face superior do êmbolo e a cabeça do motor, denominado câmara de combustão, é inflamada devido a uma faísca produzida pela vela e explode. O aumento de pressão devido ao movimento de expansão destes gases empurra o êmbolo até ao PMI, impulsionando desta maneira o veio de manivelas e produzindo a força rotativa necessária ao movimento do eixo do motor que será posteriormente transmitido às rodas motrizes. A este terceiro passeio do êmbolo é chamado o terceiro tempo do ciclo, tempo de explosão, tempo motor ou tempo útil, uma vez que é o único que efectivamente produz trabalho, pois durante os outros tempos, apenas se usa a energia de rotação acumulada no volante (solidário com o veio), o que faz com que ele ao rodar permita a continuidade do movimento do veio de manivelas durante os outros três tempos.
  4. O cilindro encontra-se agora cheio de gases queimados. É nesta altura, em que o êmbolo impulsionado pelo veio de manivelas retoma o seu movimento ascendente, que a válvula de escape se abre, permitindo a expulsão para a atmosfera dos gases impelidos pelo êmbolo no seu movimento até ao PMS, altura em que se fecha a válvula de escape. A este quarto passeio do êmbolo é chamado o quarto tempo do ciclo, ou tempo de escape.
Após a expulsão dos gases o motor fica nas condições iniciais permitindo que o ciclo se repita.
Imagem disponibilizada em Wikimédia Commons: GFDLicence

===Sinónimos===
cabeça do motor (pt-PT) ou cabeçote (pt-BR)
êmbolo (pt-PT) ou pistão (pt-PT/pt_BR)
injecção electrónica (pt-PT) ou injeção eletrônica (pt-BR)
tempo de escape (pt-PT) ou tempo de exaustão (pt-BR)
válvulas (pt-PT) ou válvulas de cabeçote (pt-BR)
válvula de escape (pt-PT) ou válvula de exaustão (pt-BR)
veio (ou eixo) de manivelas (pt-PT), cambota (pt-PT), virabrequim (pt-BR), árvore de manivelas (pt-BR)

Estas informações são disponibilizadas como domínio público, podendo-se fazer delas qualquer tipo de uso embora seja deveras apreciada uma indicação sobre a sua origem.


Versão 1.0a/Build 01- 17JUN2006: Public release
sinto-me:
Aquele som...: Avril Lavigne - Under my Skin - My Happy Ending
Desgraças ordenadas...:
publicado por Forfie às 18:50
link do post | comentar | favorito

as minhas fotos